Sete membros do staff de William e Kate Middleton foram despedidos ou apresentaram a sua carta de demissão, noticia o Daily Mail.

Segundo a publicação britânica, os funcionários tinham como objetivo tomar conta do palácio de Kensington, nomeadamente a zona onde os duques de Cambridge vivem. Sabe-se que desde 2015 já foram embora cerca de 27 empregados. Ou seja, as saídas relacionadas com Kate e William representam quase um terço do número total de despedimentos da realeza. Dois deles perderam o trabalho após acusações de assédio e um outro por alegada fraude. Os restantes não corresponderam às expectativas do cargo.