OPERAÇÃO FORTH BRIDGE. É ISTO QUE VAI ACONTECER NO FUNERAL DO DUQUE DE EDIMBURGO

Post date:

Author:

Category:

Por norma, os funerais da família real são planeados com anos de antecedência, mas o que acontece quando morre um rei, rainha ou príncipe consorte?

Fique a saber quais os planos para a cerimónia fúnebre de Philip Mountbatten que, aos 98 anos, é o príncipe consorte com o reinado mais longo da história da família real britânica.

Contudo ao longo dos anos que a Casa Real definiu nomes de código para os funerais de diversos membros da família real e figuras de renome da sociedade inglesa.

Assim como refere o jornal Mirror, na eventual morte do príncipe Philip é accionada a operação Forth Bridge como forma de dar início aos preparativos da sua cerimónia fúnebre.

Em seguida, o Palácio de Buckingham terá de informar a BBC que será o primeiro meio de comunicação a transmitir a notícia da sua morte.

No entanto caso o duque de Edimburgo morra durante a noite, a informação só será divulgada publicamente às 08:00 da manhã seguinte, explica o jornal Daily Express.

TIPO DE SERVIÇO FÚNEBRE

De acordo com o jornal New York Times, quando morre um membro da família real podem ser realizados três tipos de funerais: funeral de estado (reservado para o Rei ou Rainha, podendo aplicar-se a outras figuras de relevo da sociedade britânica mediante desejo do monarca e votação no Parlamento); funeral cerimonial (reservado para figuras com alto cargo/função militar, para o consorte ou herdeiro ao trono) e funeral privado (reservado para outros membros da família real, assim como os seus filhos e cônjuges.)

Enquanto marido da Rainha, Philip Mountbatten teria direito a um funeral de Estado mas, mas como refere o jornal Daily Express, o duque de Edimburgo já fez saber que prefere um serviço fúnebre mais discreto, sem pompa e circunstância.

Assim, existe uma forte possibilidade de que seja realizado um funeral cerimonial uma vez que é príncipe consorte e tem em conta a sua carreira naval, onde exerceu as funções de Capitão geral da Marinha Real.

Recorde-se pois que há vários anos que o duque de Edimburgo tem planeado o seu funeral com o gabinete do Lorde Chamberlain, um dos principais oficiais da corte real e responsável por organizar diversos eventos e cerimónias reais.

LOCAL DO FUNERAL

É provável que o serviço religioso tenha lugar na St.George’s Chapel, em Windsor, e conte com a presença da família real, amigos próximos e chefes de Estados da Commonwealth. Recorde-se pois que este é o mesmo local onde foram realizados os serviços religiosos do funeral da rainha Vitória e do rei George VI e onde o corpo de Diana Spencer esteve em câmara ardente.

PERÍODO DE LUTO

Assim quando morre um membro da família real é decretado um período de luto da família real, que neste caso em concreto será de oito dias e poderá prolongar-se até por 30 dias, adianta o jornal Daily Express. Para além disso todos os projetos de lei sujeitos a aprovação real e questões de estado serão suspensas.

É de salientar que apesar de, durante o “período de luto” os membros da monarquia poderem continuar a cumprir atos oficiais e compromissos em agenda, sabe-se que a rainha Isabel II deverá fazer o luto em privado e regressar à vida pública após 30 dias.

Não se sabe se então, à semelhança do funeral da Rainha-Mãe, será decretado luto nacional.

BANDEIRAS

Desse modo após ser anunciada a morte do duque de Edimburgo, Philip , todas as bandeiras do país vão ser içadas a meia haste, exceto o estandarte real do Palácio de Buckingham.

Mas recorde-se que após a morte da princesa Margarida, as bandeiras das residências reais foram colocadas a meia haste até ao dia do seu funeral.

De maneira idêntica o mesmo se aplicou à Rainha-Mãe, com a diferença de que o estandarte real da Clarence House foi colocado a meia haste aquando da chegada do seu caixão a Londres, revelou um comunicado oficial da Clarence House.

LIVRO DE CONDOLÊNCIAS E DONATIVOS

Ver esta publicação no Instagram

“The great thing about London Youth is that they know how important it is to support children and young people to understand what is important in life and make the right decisions. Those of you who have been supporting the clubs, keep giving it. Those of you who are running the clubs, keep doing it.” – The Duke of Edinburgh visits Ignite Trust Youth Centre's 'Expression' youth community group, which aims to encourage and inspire young people through sports, social time, food and life skills discussions. The Duke of Edinburgh became Patron of London Youth on 1st Jan 1947– his first charity patronage. He has since undertaken 125 engagements with the charity over the course of nearly 70 years as their Patron.

Uma publicação partilhada por The Royal Family (@theroyalfamily) a

Nestes casos é habitual abrir-se um livro de condolências onde o público pode escrever uma mensagem de adeus ou então através do site oficial da família real.

Outra forma de homenagem poderá passar por realizar um donativo a uma das instituições de caridade que eram apoiadas pelo membro da realeza, posteriormente indicados num comunicado emitido pelo Kensington Palace.

Recorde-se então que Philip era patrono de cerca de 800 instituições de caridade ligadas à área da engenharia, desporto e militar.

ENTERRO

Acredita-se que Philip Mountbatten será enterrado na Frogmore House, localizada no castelo de Windsor.

STAY CONNECTED

15,899FansCurti
567SeguidoresSeguir
1,574SeguidoresSeguir
12,700InscritosSe inscrever

INSTAGRAM

Ator Mason Reese assume namoro com atriz pornográfica

O ator Mason Reese, de 54 anos, que ficou conhecido nos anos 70 por ter feitos vários papeis em séries e filmes...

Pamela Anderson revela ter sido traída por ex-marido: “Ele é um monstro”

Os últimos tempos da vida de Pamela Anderson não têm sido fáceis. A atriz, de 51 anos, terminou o...

Divulgadas fotos únicas do quarto onde Michael Jackson morreu

Na véspera do dia em que se completam 10 anos desde a morte de Michael Jackson, que perdeu a vida no dia 25 de junho...