A monarca britânica esteve no parlamento britânico para fazer o discurso de abertura da cerimónia parlamentar.

Na segunda-feira, dia 14, a rainha de Inglaterra quebrou pois a tradição durante a abertura da cerimónia parlamentar. Em causa está no entanto o facto de ter recusado usar a coroa imperial, um dos maiores símbolos da monarquia britânica, assim como a jóia mais importante do tesouro da família real. 

Ao contrário do que se poderia pensar, o motivo da recusa de Isabel II deveu-se simplesmente a questões práticas. Conforme entretanto nota a imprensa internacional, a coroa em questão tem um peso notório, o que torna desconfortável o seu uso.

A título de curiosidade, a peça foi feita propositadamente para a coroação do rei Jorge VI, em 1937 e pesa dois quilos. A criação foi inspirada na coroa usada pela rainha Victoria en 1838. A peça é composta por 2868 diamantes, 17 safiras, 11 esmeraldas e 269 pérolas.

Em 76 anos de reinado, Isabel II apenas se tinha negado a usar a coroa uma vez, em 2017.

Em vez da coroa imperial, a monarca optou por um diadema herdado de Jorge VI, feita em 1820.